quarta-feira, 8 de maio de 2013

Moçambique (6) - Feira do Pau e FEIMA

O artesanato, em Moçambique, está presente em todo o lado.
 Nas ruas principais de Maputo, junto aos cafés e restaurantes, são dezenas, para não dizer centenas, os jovens que se dedicam à venda, entre muitos e muitos outros produtos, de artigos de artesanato.
Venda no passeio
Vendedores ambulantes de artesanato





 Uns com os artigos expostos no passeio, outros andando de um lado para o outro, oferecendo-os em «regime de venda ambulante».  
                                                                                                    
Feira do Pau

Feira do Pau


Entretanto,  realiza-se, todos os sábados, na Praça 25 de Junho (na Baixa, perto do Museu da Moeda e da Av. 25 de Setembro) a famosa Feira do Pau, onde se concentra um apreciável número de vendedores de artesanato.
Feira do Pau
 São muito diversos os artigos expostos para venda, na referida feira.     Transaccionam-se, nomeadamente esculturas em madeira, osso e pedra, pinturas a óleo e aguarelas, batikes, capulanas e objectos feitos a partir das mesmas, cestaria e bijuterias.

Em Novembro de 2010, no Parque dos Continuadores, com entradas na Av. Mártires da Machava e na Av. Armando Tivane (ambas perpendiculares à Av. Mao Tse Tung) foi implantada, de forma permanente, a FEIMA - Feira Internacional de Maputo (Feira de Artesanato, Gastronomia e Flores).
Durante todos os dias da semana, (e não somente ao sábado, como a Feira do Pau) encontram-se, naquele espaço, mais de uma centena de bancas de artesanato, sendo que, no último fim de semana de cada mês se realiza a feira de gastronomia, sendo maioritariamente ali servidos (ou «vendidos para fora») pratos tipicamente moçambicanos.

FEIMA

FEIMA
FEIMA

FEIMA

 No referido parque há um restaurante italiano («Mamma Mia»), com uma boa esplanada que, para além das massas e pizzas, serve comida de Moçambique que, segundo familiares que vivem em Maputo há muitos anos e com quem tivemos o prazer de lá almoçar um dia, é de muito boa qualidade.
E efectivamente gostámos da Matapa com Caranguejo e do Timbawene com Camarão, acompanhados  com umas cervejolas Laurentina. Para além desta boa cerveja fabricada em Moçambique, também a 2M é bastante conhecida.






5 comentários:

Rui Pascoal disse...

O Amigo Rocha andava a guardar estes "trunfos", Artesanato e Gastronomia, na manga... mesmo assim arrisco, i.e., vou a jogo!
:)

Arnaldo disse...

"O reporter estava lá" !
Boa reportagem caríssimo Rocha.
Quanto a gastronomia, apesar dos pitéus sugeridos, acho que preferiria o bom camarão ou lagostim de Moçambique.

Graça Sampaio disse...

Bem giro! Não me importava de deambular por essas tendinhas e remexer em tudo...

Vivi disse...

Eu deliciava-me nessas tendinhas.
Adorei passar por aqui e vou ficar.
Bjs
Vivi
http//esquecimedeviver.blogspot.pt/

Vivi disse...

Não encontro o botão dos seguidores.